Home / Destaque / [EXCLUSIVO] #SIGKARD K.A.R.D se encanta por Funk brasileiro e quer festa inesquecível com fãs

[EXCLUSIVO] #SIGKARD K.A.R.D se encanta por Funk brasileiro e quer festa inesquecível com fãs 4

O quarteto misto faz turnê de fansign ‘WILD KARD 2017 – The First Tour in Brazil’ e apresenta-se em São Paulo no primeiro fim de semana de julho, com ingressos esgotados

 

No Brasil pela primeira vez, o K.A.R.D traz sua turnê WILD KARD 2017 para cinco cidades, com sessões de autógrafos que aconteceram em Recife, Fortaleza, Salvador e Rio de Janeiro. Os shows, previstos para os dias 01 e 02/07, no Tropical Butantã (SP), estão com ingressos completamente esgotados desde o início das vendas, em maio, para a primeira apresentação e sua data extra.

Formado por BM, JiWoo, J.Seph e SoMin, o K.A.R.D já lançou três singles no mercado fonográfico, antes mesmo de sua estreia oficial – que foi confirmada recentemente para acontecer em julho, por sua agência DSP Media, casa de nomes como o extinto KARA (destaque entre os grupos femininos das gerações anteriores do K-Pop) e A-JAX. Suas canções Oh Nana (2016), Don’t Recall (2017) e RUMOR (2017) chamaram atenção positiva pelos ritmos “quentes” e alegres, além de trazer de volta ao cenário do K-Pop a tendência dos grupos co-ed (ou, mistos).

K.A.R.D reagindo a alguns ritmos brasileiros:

O K.A.R.D vem se ambientando com a cultura popular local, antes mesmo de pisar em terras brasileiras. Um vídeo do quarteto reagindo a clipes de artistas latinos viralizou entre os fãs de K-Pop há alguns meses, e a música Bumbum Granada, do Kondzilla, pareceu chamar atenção dos ídolos coreanos. Entusiasmados ao lembrar do primeiro contato com o nosso Funk, BM falou que o clipe o deixou curioso para saber como são as festas por aqui. “Quando nós vimos pela primeira vez (o clipe) , tinha uma vibe meio Hip-Hop, então eu e o J.Seph adoramos. E aí tem o refrão ‘taca taca’ (risos) e isso fica na cabeça! (risos)”. Enquanto ele descrevia a cena, JiWoo aproveitou para repetir o movimento com os braços que fazem parte da coreografia original da música. Já J.seph aproveitou para enumerar todas as sensações durante a reação “Pensei ‘que divertido, que incrível, que diferente!”.

Segundo o grupo, usar o Funk brasileiro em alguma canção do K.A.R.D no futuro é mais do que uma possibilidade. “Esse é um ritmo sensual e nós gostamos muito mesmo. Seria ótimo”, comenta BM. Indagamos qual o conceito se encaixaria com uma música coreana com batidas de Funk, mas BM rebateu nossa dúvida com sincera curiosidade, questionando a Editora do SarangInGayo, Érica Imenes, sobre sua opinião no assunto:

BM: E que tal se você falar um conceito? O que você acha que seria legal?
Érica: Eu acho algo sobre vocês todos terminando relacionamentos, e indo pra balada festejar entre vocês, como se não houvesse amanhã. Algo como vocês só se preocupam em se divertir com seus amigos.
BM: WOW! Eu acho que podemos usar isso! Podemos usar isso? Isso é muito bom!
Érica: Agora sou uma produtora musical. EU QUERO OS ROYALTIES! (risos)
BM: (RISOS)Essa realmente foi uma boa ideia.

As meninas do grupo – que se mostraram mais tímidas durante a entrevista, do que a personalidade desenvolva e sexy vista nos clipes do K.A.R.D – aproveitaram o momento de descontração para confidenciar a mudança de influências musicais ao trabalhar com a coreógrafa Z.Sun, especialista em ritmos jamaicanos, Reggaeton, Twerk e outros, e responsável pelas danças que ajudaram o grupo a se destacar, ainda nesse período de pre-debut. JiWoo assumiu que esses ritmos não faziam parte de sua rotina, “mas a gente já dançava outros ritmos, tipo Hip-Hop, e nós (eu e SoMin) já estávamos aprendendo Twerk e outros gêneros. Mas depois desse contato, é algo que com certeza faz parte da nossa playlist agora. Nós gostamos muito”, ela garante.

Com esse afinco em misturar ritmos e gêneros, as colaborações dos sonhos de cada um dos integrantes viajam entre o Hip-Hop, R&B e o Pop; BM não hesitou em apontar seu sênior Jay Park e o rapper J.Cole para um trabalho conjunto, enquanto SoMin afirmou que Ariana Grande seria sua primeira escolha. JiWoo disse que “ficaria muito feliz” em uma colab com a cantora Kehlani, e J.Seph não conseguiu escolher seu artista favorito para um possível trabalho conjunto, entre Maluma, G-Dragon (BIGBANG), o rapper sul-coreano, San E, e o grupo ídolo Highlight (novo nome do antigo BEAST).

K.A.R.D gravando mensagem aos fãs, no Instagram do SarangInGayo. Foto: Érica Imenes

O K.A.R.D finalizou o bate-papo com uma mensagem contagiante para os fãs:

“Muito prazer, todos os leitores do SarangInGayo! Nós apreciamos muito vocês que estão por aqui, acompanhando a gente. ESTAMOS NO BRASIL! Estamos nos sentindo muito bem, está prestes a ficar “muito louco” esse fim de semana. Estamos em turnê aqui no país e a todos que vierem ao nosso show, não podemos esperar para nos divertir junto com vocês. Isso vai ser muito bom! Muito obrigado por nos dar atenção…esperamos que vocês continuem nos amando. OBRIGADO!”

 

Acompanhe as redes sociais do SarangInGayo (@sarangingayoBR) para cobertura completa do K.A.R.D em São Paulo, ou pela tag #SIGKARD.

Comments are closed.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites