Home / Notícias / Coreia do Sul testa dispositivo que garante lugares à gestantes no transporte público

Coreia do Sul testa dispositivo que garante lugares à gestantes no transporte público 0

PinkLight

Pink Light, como é chamada a tecnologia, instalada em um dos metrôs de Busan | Foto: Divulgação (Busan Metropolitan City)

O novo sistema, chamado Pink Light, funciona através de conexão sem fio e está em teste em um dos metrôs no país

A cidade de Busan, a segunda mais populosa da Coreia do Sul, lançou em abril a Campanha Pink Light (luz rosa, em tradução livre do inglês), que promove mais conforto e segurança para gestantes que utilizam o transporte público. O intuito da campanha é apresentar uma nova tecnologia que visa auxiliar mulheres grávidas a encontrar assentos no transporte público.

A tecnologia consiste de um pequeno aparelho com um sensor sem fio; quando a gestante entra no vagão de metrô equipado com o sistema, seu sensor pessoal ativa uma luz rosa localizada perto dos assentos prioritários, e assim a gestante pode encontrar os assentos com mais facilidade. Os sensores funcionam em uma distância de até 2m e a luz rosa se apaga automaticamente quando a gestante se senta.

Além de facilitar a locomoção das mulheres grávidas, garantir mais segurança no transporte público e menos riscos de acidentes, a Pink Light busca informar passageiros comuns que possam estar ocupando assentos reservados, e evitar situações constrangedoras, como por exemplo, perguntar a uma mulher se ela está, de fato, grávida.

O uso da Pink Light em Busan é um pequeno experimento aplicado a uma das linhas que cobre de Busan à Gimhae, mas a cidade possui planos de expandir o sistema para outras linhas de metrô e até mesmo outros meios de transporte público, como os ônibus. Para fazer uso da tecnologia, as gestantes devem aplicar-se por telefone ou online, em um site criado para a campanha, e comprovar sua gravidez. Após o processo, elas estão aptas a receber o sensor em algum dos postos espalhados pela região.

A prefeitura destaca o uso da recente tecnologia da Internet das Coisas para a criação do projeto: “A Campanha Pink Light prova que as questões sociais podem ser resolvidas baseadas na integração da Internet das Coisas na nossa rotina diária.”

Confira abaixo um vídeo mostrando o funcionamento do aparelho:

Fonte: Busan Metropolitan City | DynamicBusan | TechTudo | BigStory
Por favor, não retirar do SarangInGayo sem os devidos créditos.

Comments are closed.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites