Home / Notícias / Aparente banimento de produção cultural coreana continua na China

Aparente banimento de produção cultural coreana continua na China 0

 

Poster do drama histórico Hwarang. Foto: Divulgação (KBS2TV)

A China parece estar banindo a produção cultural sul-coreana no país. Os primeiros sinais apareceram quando o filme Maskque tinha o ator Ha JungWoo e a atriz Zhang Ziyi, foi cancelado. Nesse ano, filmes coreanos foram banidos do Festival Internacional de Cinema de Pequim e dois musicais – TurandotLaundry – desistiram de suas turnês no país.

O caso mais notório é o do drama histórico Hwarang, que inicialmente foi exibido simultaneamente nos dois países. A LETV, canal chinês responsável pela transmissão, simplesmente retirou todas as informações sobre o drama de seus sites. Um representante da KBS chegou a dizer que “nunca recebemos uma informação oficial da LETV sobre o cancelamento, mas nos disseram que, provavelmente, seria difícil continuar a exibição simultânea.”

Apesar de não haver declarações oficiais, o banimento parece ser uma retaliação à instalação do Terminal de Defesa Aérea de Alta Altitude (THAAD, sua sigla em inglês) na Coreia do Sul. A parceria com o Estados Unidos foi firmada em julho de 2016, visando defender a Coreia do Sul dos diversos lançamentos de mísseis feitos pela Coreia do Norte.

O THAAD foi instalado em março e quando as primeiras peças chegaram na Coreia, o Ministro de Relações Exteriores chinês, Gang Shuang, afirmou que a China “tomará medidas necessárias para preservar nossos interesses em segurança, e os Estados Unidos e a Coreia do Sul têm que lidar com as consequências”. Apesar de tudo, o THAAD não é unanimidade na Coreia, com setores da população protestando contra sua instalação.

Fonte: Soompi, CNN

Comments are closed.

Theme developed by TouchSize - Premium WordPress Themes and Websites